Para oferecer-lhe um melhor serviço a Helibras utiliza cookies. Ao continuar acessando o site você está de acordo com essa ação.. Concordo

 

História

Origem

Sua fundação se deu no Centro Técnico Aeroespacial (CTA), em São José dos Campos (SP), em 14 de abril de 1978, a partir de uma decisão do governo brasileiro de ter uma indústria de asas rotativas no país.

Com a parceria entre a extinta indústria francesa Aerospatiale, o Governo de Minas Gerais e a Aerofoto Cruzeiro, a empresa funcionou no Hangar X10, no CTA, durante dois anos, até se mudar definitivamente para Itajubá (MG), em 1980, onde até hoje estão suas instalações industriais.

As dificuldades econômicas ao longo das primeiras décadas de vida da Helibras impediram que a empresa se desenvolvesse de acordo com os planos iniciais. Porém, nunca os seus controladores (Aerospatiale, parceira internacional, Governo de Minas Gerais, representando o Estado, e a Aerofoto Cruzeiro, na condição de iniciativa privada) abandonaram a confiança no mercado brasileiro e, mesmo que com algumas reestruturações acionárias ao longo do tempo, mantiveram a empresa em pleno funcionamento, até mesmo nos períodos de crise aguda da economia.

Aos poucos, a Helibras foi atendendo ao mercado, sobretudo os clientes nas áreas estatais, participando de programas estratégicos de ampliação da infraestrutura de aviação militar e das polícias civil e militar em praticamente todos os estados da federação.

Desta forma, o primeiro helicóptero a ser produzido pela Helibras foi o modelo AS350 Esquilo, lançado no mercado mundial em 1976, e que é hoje o helicóptero a turbina mais vendido no mundo. O Esquilo continua a ser fabricado na linha de montagem da empresa, incorporando, ao longo desses 35 anos de experiência, muitas inovações, inclusive locais, fazendo com que tenha atualmente de 48% a 54% de conteúdo nacional agregado em sua produção.

Além das vendas, que registraram ao longo do tempo severas flutuações, a empresa foi se qualificando para realizar também as manutenções e, pouco a pouco, também adquiriu conhecimentos para fazer algumas customizações em todos os modelos que sua matriz produzia e que, aqui, a subsidiária comercializava.

A empresa sempre esteve diretamente ligada à consolidação do uso de aeronaves de asas rotativas no país e foi protagonista em momentos estratégicos da aviação brasileira em todos os mercados, resultado de sua crescente qualificação.

Linha do tempo

  • 1978: Aureliano Chaves, vice-presidente da República do Brasil, Francelino Pereira, governador de Minas Gerais e demais autoridades são acompanhados pelo Coronel Nivaldo Alves da Silva, superintendente da Helibras, até o canteiro de obras em Itajubá.

  • 1979:A Marinha assina contrato de aquisição de seis helicópteros Esquilo, tornando-se a primeira cliente da Helibras.

  • 1980: Inauguração das instalações da Helibras em Itajubá com a presença do vice-presidente da República, do governador de Minas Gerais e do presidente da então Aerospatiale.

  • 1984: A Aerospatiale assina o contrato para fornecer à Força Aérea Brasileira (FAB) 30 Esquilos AS350 monoturbina, produzidos na Helibras, além de 10 Super Pumas e outros 11 Esquilos AS355 biturbina.

  • 1988: O consórcio Helibras/Aerospatiale vence a concorrência para fornecer seis modelos Esquilo e 36 modelos AS365k Panther, participando da criação da Aviação do Exército, AvEx.

  • 1992: Criação do Grupo Eurocopter a partir da unificação das divisões de helicópteros da Aerospatiale e Daimler Chrysler Aerospace.

  • 1998: A Helibras inaugura sua sede administrativa, no aeroporto Campo de Marte, na capital paulista. Neste endereço, além da diretoria e a administração, encontram-se as áreas comerciais, financeiras e um hangar de manutenção.

  • 1999: A Helibras comemorou a entrega ao mercado brasileiro de seu 400º helicóptero.

  • 2001: O ano foi marcado pela entrega, em São Paulo, do primeiro EC155 VIP no país.

  • 2002: Chegam ao Brasil os primeiros helicópteros modelo EC130, derivado do família Esquilo.

  • 2003: A empresa investe em manutenção e se destaca na própria capacitação para realizar intervenções mecânicas nos helicópteros da família Dauphin e nos modelos EC120 e EC135.

  • 2005: O EC135 é lançado no país e já chega para clientes nacionais.

  • 2008: A Helibras inicia o seu mais ambicioso período de expansão desde sua inauguração, na década de 70.Na presença dos presidentes da República do Brasil e da França, assina um contrato com o Governo Federal para fornecimento de 50 helicópteros EC725 às três Forças Armadas brasileiras: Exército, Marinha e Aeronáutica.Denominada projeto H-XBR, a compra conjunta, inédita na história das Armas, é uma iniciativa de € 1,9 bilhão para a compra dos helicópteros multimissão de grande porte EC725, os quais serão fabricados no Brasil e com até 50% de conteúdo nacional agregado, além da garantia de transferência de tecnologia.Para isso, desde o princípio a Helibras iniciou sua capacitação enviando funcionários, técnicos e engenheiros para treinamentos na França, recebendo igualmente profissionais estrangeiros em suas instalações.Órgãos e empresas de defesa brasileiras também participam aprovando e recebendo os novos conhecimentos, aplicando-os em suas instalações e atividades no país.No que diz respeito à cadeia de fornecedores, a Helibras já contratou cerca de 40 empresas brasileiras que vêm realizando os treinamentos necessários para fabricação de partes, peças e serviços – na França e no Brasil – com o acompanhamento de representantes das três Forças Armadas, garantindo a efetiva transferência de tecnologia exigida pelo governo brasileiro para o programa.O investimento total do projeto pela Helibras/Eurocopter foi de R$ 420 milhões, valor que contempla as novas instalações físicas que se fizeram necessárias para abrigar uma nova linha de montagem para o EC725, os programas de treinamento, e todas as obras e inovações para a produção dos helicópteros.

  • 2009: A Helibras comemorou a marca de 500 helicópteros entregues ao mercado brasileiro.

  • 2011: Chegam ao país, produzidos na França, os três primeiros EC725. Enquanto isso, funcionários fazem treinamento na Europa para trazer tecnologia e conhecimento ao Brasil.

  • 2012: Helibras inaugura seu novo hangar de produção responsável, hoje, por produzir os helicópteros Esquilo, modelo já fabricado no Brasil desde a criação da empresa, e o EC725 das Forças Armadas e sua versão civil, o EC225.

  • 2013: Helibras comemora 35 anos de olho no futuro, na satisfação do cliente e no projeto de criar, desenhar e construir no país um novo modelo de helicóptero para o catálogo mundial da Eurocopter.A empresa também criou uma nova plataforma logística de atendimento aos operadores de todo o país.Denominado Centro de Suporte ao Cliente (CSC), o novo departamento funciona em Atibaia, interior de São Paulo, e foi implantado no Brasil sob o mesmo conceito de pós-venda adotado pela Eurocopter, na França.O objetivo é modernizar seu sistema de prestação de serviços e garantir maior agilidade aos clientes dos helicópteros da marca.A Helibras já entregou mais de 700 aeronaves, o que representa 51% do mercado de helicópteros a turbina no país.

  • 2014:
    • Março – Entrega ao Exército dos primeiros Pantera K2 modernizados

    • Junho – Entrega para a Marinha do Brasil, do primeiro EC725 a passar por todas as fases de produção no Brasil
    - Ensaios no primeiro EC725 armado
    - Realização das primeiras inspeções A/T dos EC725 já entregues
    - Helibras fornece suporte especial para 55 helicópteros do Exército que operam na Copa do Mundo

    • Julho –Entrega de três Esquilos para o Estado do Pará
    - Helibras acompanha avaliação técnico-operacional do primeiro Pantera K2 modernizado, que voou mais de 150 horas em 51 dias

    • Agosto – Helibras recebe habilitação para operar o sistema “Linha Azul” da Receita Federal

    • Setembro – Helibras promove em São Paulo, o evento Jornada de Segurança Operacional , com a participação de mais de 300 pilotos de helicóptero

    • Outubro – Início das obras para a construção do Centro de Treinamento e Simuladores no Rio de Janeiro.

    • Novembro – Mudança da logomarca da Helibras, alinhada à logomarca da Airbus Helicopters.
    - Centro de Suporte ao Cliente recebe certificações ISO 9001 e NBR 15100

    • Dezembro – Entrega ao Exército dos quatro primeiros Fennecs modernizados
    - Centro de Treinamento atinge a marca de 13 mil alunos formados

  • 2015:
    • Março – Demonstração do novo H145 aos clientes brasileiros, dos segmentos militar, civil e governamental.

    • Abril – Helibras apresenta, durante a LAAD, primeiro helicóptero no país com sistema de reabastecimento em voo

    • Junho – Demonstração do novo H175 aos clientes brasileiros do segmento Oil & Gas

    • Julho – Entrega à Prefeitura de Itajubá, o projeto executivo para construção do Parque Municipal

    • Agosto – Inauguração do novo Centro de Treinamento e Simuladores no Rio de Janeiro
    - H225M em operação pelas Forças Armadas Brasileiras completam 10 mil horas de voo
    - Helibras realiza primeiro voo de ensaio do sistema TDMS dos H225M da Marinha

    • Setembro – Oficinas de Manutenção da Helibras são certificadas pela entidade aeronáutica canadense TCCA

    • Dezembro – Helibras anuncia novo presidente e reorganiza estrutura da empresa


    • Setembro – Oficinas de Manutenção da Helibras são certificadas pela entidade aeronáutica canadense TCCA

    • Dezembro – Helibras anuncia novo presidente e reorganiza estrutura da empresa
    - Entrega de um Esquilo ao governo do Amapá.